Refletindo a prática clínica

Anualmente, especificamente no mês de setembro, os fisioterapeutas da província de Alberta, Canadá, renovam suas licenças de trabalho. Este processo equivale-se à renovação da anuidade do CREFITO, órgão regulamentador da profissão de fisioterapeuta no Brasil.

 

Além do pagamento da anuidade, o órgão regulamentador, denominado College of Physiotherapy of Alberta, exige que o fisioterapeuta também renove o seu Malpractice Insurance, seguro que o protege caso seja processado por algum erro ou negligência em sua prática. Este seguro é exigido pelo órgão regulamentador para a prática da profissão na província de Alberta. Além dos requisitos mencionados anteriormente, o fisioterapeuta deve apresentar o programa de competência contínua (Continuing Competence Program). Este programa possui dois componentes:

 

Jurisprudência: avaliação da compreensão e da aplicação da legislação, regras e padrões na prática da Fisioterapia. A cada 5 anos todos os fisioterapeutas realizam uma prova online com 60 questões múltipla escolhas e são aprovados caso atinjam 68% de acertos.

 

Reflexão sobre a prática: reflexão sobre a própria prática clínica e seu papel no sistema de saúde. Além de estimular o aprendizado, visa manter a competência e melhorar a prática clínica.

 

No componente “Reflexão” sobre a prática, o preenchimento de quatro formulários são exigidos:

 

1 – Auto-Avaliação:

O fisioterapeuta deve refletir sobre suas competências profissionais em relação ao padrão ideal exigido pelo órgão regulamentador. Ao preencher este formulário, o fisioterapeuta deve levar em consideração o seu papel no sistema de saúde e na sua área de atuação;

 

2 – Reflexão sobre os cuidados com o paciente:

Ao preencher este formulário, o fisioterapeuta deve escolher um caso clínico no qual participou do tratamento e refletir sobre sua avaliação clínica, plano de tratamento, resultado de suas intervenções, entre outros requisitos. Suas condutas devem ser justificadas e baseadas em evidências cientificas;

 

3 – Plano de aprendizado para próximo ano:

O fisioterapeuta deve desenvolver um plano de aprendizado, descrevendo as atividades (mínimo 3) e o prazo em que serão realizadas;

 

4 – Implementação e avaliação do aprendizado:

O fisioterapeuta deve notificar quando as atividades do plano anterior foram completadas e refletir sobre o aprendizado adquirido durante o processo.

 

O principal objetivo desse processo é estimular o fisioterapeuta a praticar a auto-avaliação de sua prática clínica, utilizar o respaldo da ciência e reavaliar suas condutas profissionais. A necessidade de considerar a prática clínica baseada em evidências científicas garante a seriedade e eficiência do tratamento fisioterapêutico.

 

O Canal Fisio na Pauta foi idealizado através deste processo de estimulação do aprendizado e reflexão das práticas profissionais. Haja vista a obrigatoriedade deste processo de renovação anual, porque não fazê-lo bem feito e compartilhar o conhecimento adquirido nesse processo com você?

 

Ouça. Leia. Compartilhe!

 

“Evoluir é reconhecer nossos erro, não para consertá-los, mas para não repeti-los!”

Amanda Chakur

 

Heric Lopes

Equipe Fisio na Pauta

Deixe uma resposta